Data: 28/10/2011
Mês: Outubro
Ano: 2011

Segundo a Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Económico (OCDE), o Brasil deverá registar um crescimento real do Produto Interno Bruto (PIB) de 3,6% em 2011, seguido de uma ligeira desaceleração em 2012 (3,5%) e recuperando em 2013 para 4,0%. A nível de preços, espera-se uma diminuição progressiva da inflação, de 6,5% em 2011 para 6,2% em 2012 e 5,1% em 2013. Relativamente às finanças públicas, a OCDE prevê um aumento do défice de 2,7% do PIB em 2011 para 2,9% em 2012, reduzindo posteriormente para 2,8% em 2013. Relativamente ao défice da balança corrente, é esperado um agravamento progressivo, de 2,1% do PIB em 2011 para 2,5% em 2012 e 2,7% em 2013.

i010407(Tabela: OCDE)

i010406
(Tabela: OCDE)