Data: 10/09/2012
Mês: Setembro
Ano: 2012

Segundo o INE, no 2º Trimestre 2012, o Produto Interno Bruto (PIB) diminuiu 3,3% em volume face ao período homólogo e 1,2% em relação ao trimestre anterior. A redução do PIB em termos homólogos esteve associada ao contributo negativo da Procura Interna (-7,9 p.p.), a qual foi atenuada pelo contributo positivo da Procura Externa Líquida (4,7 p.p.). As Exportações aumentaram 4,3% (VH) em volume e as Importações diminuíram 8,1% (VH).

i012589

No 2º Trimestre 2012, a diferença entre Produto Interno Bruto a preços correntes (41.306 milhões de euros) e o Rendimento Nacional Bruto (40.512 milhões de euros) diminuiu em 1.006 milhões de euros face ao trimestre anterior. A diferença entre o Rendimento Nacional Bruto e o Rendimento Disponível Bruto (40.823 milhões de euros), em relação ao 1º Trimestre 2012, aumentou no montante de 91 milhões de euros.

i012590

No 2º Trimestre 2012, a Poupança Bruta da economia portuguesa fixou-se em 13,7% do PIB, aumentando 1,4 p.p. em relação ao trimestre anterior. A Formação Bruta de Capital fixou-se em 15,1% do PIB, diminuindo 2,4 p.p. face ao trimestre anterior. Por sua vez, registou-se uma Necessidade Líquida de Financiamento de 0,2% do PIB, o que compara com uma Necessidade Líquida de Financiamento de 3,5% do PIB, em relação ao trimestre anterior.

i012591

No 2º Trimestre 2012, o défice externo de bens e serviços fixou-se em 0,2% do PIB, o que compara com -1,9% no trimestre anterior e -4,8% no trimestre homólogo.

i012592

A produtividade real do trabalho registou uma variação homóloga de 1%, enquanto o Emprego diminuiu 4,2% em relação ao trimestre homólogo.

i012593

 

Documento Original PDF