Mês: Janeiro
Ano: 2022

Em setembro de 2021, o Património Financeiro Líquido da economia portuguesa ascendeu a -207 405 milhões de euros (-99,7% do PIB), o que compara com -207 926 milhões em junho de 2021 (-101,5% do PIB).

39

O Passivo Financeiro Total da economia portuguesa (vis-à-vis com o resto do mundo) aumentou de 577 308 milhões de euros (281,7% do PIB) em junho de 2021 para 581 123 milhões de euros (279,4% do PIB) em setembro de 2021.

O Passivo Financeiro exceto ações e outras participações (vis-à-vis com o resto do mundo) fixou-se em 414 407 milhões de euros (199,2% do PIB) em setembro de 2021, o que compara com 415 331 milhões em junho de 2021 (202,7% do PIB).

A Dívida Líquida Total da economia portuguesa (vis-à-vis com o resto do mundo) diminuiu de 226 147 milhões de euros (110,3% do PIB) em junho de 2021 para 225 735 milhões de euros (108,5% do PIB) em setembro de 2021.

A Dívida Líquida exceto ações e outras participações (vis-à-vis com o resto do mundo) fixou-se em 175 761 milhões de euros (84,5% do PIB) em setembro de 2021, o que compara com 177 701 milhões em junho de 2021 (86,7% do PIB). 

40

Em setembro de 2021, o Passivo Financeiro das Administrações Públicas fixou-se em 151,0% do PIB (314 045 milhões de euros). Em percentagem do PIB, trata-se de uma diminuição de 3,4 p.p. face a junho de 2021 (154,4%).

41

Relativamente aos Particulares, o Passivo Financeiro Total, em percentagem do respetivo rendimento disponível bruto ajustado pela variação da participação líquida das famílias nos fundos de pensões, registou o valor de 112,9% em setembro de 2021, o que compara com 112,8% em junho de 2021. O Passivo Financeiro Total das Sociedades não Financeiras em percentagem do PIB, ascende em setembro de 2021 aos 116,9%, o que compara com 117,8% em junho de 2021.

42

Documento PDF