Data: 2022-04-27
Mês: Abril
Ano: 2022

Segundo o INE, no conjunto do ano de 2021, as viagens realizadas pelos residentes cresceram 21,6% e atingiram um total de 17,5 milhões (-28,4% face a 2019; -41,1% em 2020). As viagens nacionais aumentaram 20,2% e as viagens ao estrangeiro cresceram 48,8% (-22,7% e -67,4%, pela mesma ordem, face a 2019; -35,7% e -78,1%, respetivamente, em 2020). O alojamento particular gratuito, apesar da perda de expressão, manteve-se como principal meio de alojamento utilizado (66,3%, -2,9 p.p. face a 2020) e o número médio de noites por turista nas viagens efetuadas diminuiu 1,5% (de 6,72 noites em 2020 para 6,62 noites em 2021).

No 4.º trimestre de 2021, os residentes em Portugal realizaram 4,6 milhões de viagens, o que correspondeu a um acréscimo de 96,1% (-16,5%, face ao 4.ºT 2019; +21,3% no 3.ºT 2021). As viagens em território nacional corresponderam a 91,3% das deslocações (4,2 milhões) e aumentaram 84,0% (-13,9% quando comparado com o 4.ºT 2019). As viagens com destino ao estrangeiro cresceram 547,3% (-37,0% face ao mesmo período de 2019), totalizando 398,9 mil viagens, correspondendo a 8,7% no total (5,9% no 3.ºT 2021).

Considerando as viagens realizadas no total do ano de 2021, o motivo “lazer, recreio ou férias” esteve associado a 52,5% do total, correspondendo a 9,2 milhões de viagens (+18,1% face a 2020; -23,9% comparando com 2019). A “visita a familiares ou amigos” foi o motivo de 36,8% das viagens (6,4 milhões de viagens, +32,2%; -30,3% face a 2019). Os motivos “profissionais ou de negócios” representaram 5,6% do total (1,0 milhões de viagens, -2,8%; -50,9% comparativamente a 2019).

A “visita a familiares ou amigos” foi a principal motivação para viajar no 4.º trimestre de 2021, totalizando 2,3 milhões de viagens (+98,1%; -16,3% face ao 4.ºT 2019), representando mais de metade do total (50,2%; +0,5 p.p. face ao 4.ºT 2020). O motivo “lazer, recreio ou férias” correspondeu a 1,7 milhões de viagens realizadas (+118,0%; -10,3% comparando com o 4.ºT 2019; +20,9% no 3.ºT 2021), representando 36,0% do total (+3,6 p.p. face ao 4.ºT 2020). As viagens por motivos “profissionais ou de negócios” (328,4 mil) aumentaram 47,8% (-36,6% face a 2019; +20,2% no 3.ºT 2021) tendo, no entanto, a sua representatividade diminuída (7,1% do total; 9,5% no 4.ºT 2020).

 

99

 

Documento PDF