Data: 07/07/2017
Mês: Julho
Ano: 2017
Os resultados do Inquérito ao Investimento de abril de 2017 (que decorreu entre 1 de abril e 28 de junho de 2017) apontam para um aumento, em termos nominais, de 5,1% do investimento em 2017, o que compara com uma previsão de 3,8% no inquérito de outubro de 2016.
 
Os resultados deste inquérito apontam ainda para um aumento de 7,4% do investimento em 2016. Entre os objetivos do investimento, prevê-se um aumento do peso relativo do investimento orientado para a racionalização e restruturação e para outras finalidades, com a consequente diminuição da importância relativa do investimento de substituição e do investimento associado à extensão da capacidade de produção, continuando este, no entanto, a ser o objetivo mais referido.
 
O principal factor limitativo do investimento empresarial identificado pelas empresas nos dois anos analisados foi a deterioração das perspectivas de venda, seguindo-se, em 2016, a insuficiência da capacidade de autofinanciamento e, em 2017, a incerteza sobre a rentabilidade dos investimentos.
 
Entre 2016 e 2017 prevê-se um aumento do peso relativo da deterioração das perspetivas de venda e da dificuldade em obter crédito bancário e uma redução do peso relativo da capacidade de autofinanciamento.
 

i025578.jpg

 

                                                                                                                          (Gráfico: INE)

Documento Original PDF