Data: 01/06/2017
Mês: Junho
Ano: 2017
No ranking global de competitividade do World Competitiveness Yearbook 2017, ontem publicado pelo Institute for Management Development, Portugal ocupa a 39ª posição (a mesma posição na edição do ano passado) numa lista de 63 economias a nível mundial. Entre os 28 Estados-Membros da União Europeia (UE28), Portugal é o 18º, subindo uma posição em relação a 2016.
 
As primeiras posições no ranking global pertencem a Hong Kong, Suíça, Singapura e EUA (por esta ordem no ranking). A Holanda é o país da UE28 melhor classificado (5ª posição).
 
No top 10 encontram-se ainda outras economias da UE28: Irlanda (6ª posição), Dinamarca (7ª posição), Luxemburgo (8ª posição) e Suécia (9ª posição).
 
Entre as economias da periferia, a Irlanda (6ª) subiu uma posição no ranking, Espanha (34ª) e Portugal (39ª) mantiveram a mesma posição, enquanto Itália (44ª) desceu nove posições e Grécia (57ª) desceu uma posição.
 
Os critérios considerados no índice são o desempenho económico, a eficiência dos organismos públicos, a eficiência empresarial e as infraestruturas. Em relação aos fatores de competitividade de 2017, Portugal desceu três posições no desempenho económico. Quanto à eficiência dos organismos públicos, o país subiu oito posições, tendo mantido a mesma posição relativamente à eficiência empresarial e subido uma posição relativamente às infraestruturas.

i025285.jpg

(Gráfico: IMD)

i025286.jpg

(Gráfico: IMD) Pela primeira vez foi também publicado o World Digital Competitiveness Ranking, que avalia a performance de competitividade digital de diferentes países, baseando-se na análise de novos critérios de medição da capacidade dos países incorporarem e explorarem tecnologias digitais em prol da transformação e da gestão de práticas, de modelos de negócios e da sociedade em geral. Portugal ocupa o 33.º lugar, superando países como Itália, Polónia, Hungria, Eslovénia, Croácia ou Grécia.

 

Documento Original PDF