Data: 01/01/2011
Ano: 2011

Os resultados do Inquérito ao Investimento de Outubro de 2010 (que decorreu entre 1 de Outubro e 20 de Janeiro de 2011), revelam uma revisão em baixa das perspectivas de crescimento do investimento empresarial face ao divulgado no inquérito anterior. Este inquérito aponta para que tenha ocorrido uma taxa de variação homóloga de -4,6% do investimento em 2010, o que representa uma revisão em baixa face às expectativas reveladas no inquérito anterior em -10,2 p.p. (5,6%, VH). Em 2011, investimento deverá apresentar uma taxa de variação nominal de -3,7%. 

Como principal factor limitativo do investimento empresarial identificado pelo inquérito nos dois anos analisados, destaca-se a deterioração das perspectivas de venda, seguindo-se a incerteza sobre a rentabilidade dos investimentos, embora este último factor assuma menor importância em 2011 comparativamente com o observado em 2010. 

Nota: A partir da actual publicação, os resultados do Inquérito de Conjuntura ao Investimento passaram a ser apurados com base numa nova amostra, tendo-se também adoptado a nova nomenclatura de Classificação das Actividades Económicas Revisão 3 (CAE-Rev.3). 

Documento Original PDF