Data: 13/02/2020
Mês: Fevereiro
Ano: 2020

O INE divulgou hoje os dados definitivos das Estatísticas das Empresas em Portugal para 2018, obtidas a partir do Sistema de Contas Integradas das Empresas (SCIE).

De acordo com o INE, em 2018, os principais indicadores do sector empresarial não financeiro em Portugal continuaram a evoluir favoravelmente, apesar da desaceleração observada, evidenciando um crescimento em termos nominais de 6,8% no volume de negócios (VVN), 6,4% no Valor acrescentado bruto (VAB) e 3,8% no Excedente bruto de exploração (EBE) (9,1%, 8,5% e 9,4%, respectivamente, em 2017). O pessoal ao serviço aumentou 4,3% (5,1% em 2017) ultrapassando os 4 milhões de pessoas.

Os nascimentos de empresas cresceram 4,1% em 2018 (-0,8 p.p. face a 2017). Por forma jurídica, as sociedades registaram um acréscimo de 11,0% (+8,5% em 2017) e os empresários em nome individual +2,4% (+4,0% no ano anterior).

No sector não financeiro, iniciaram atividade 41.021 sociedades, o que corresponde a uma taxa de natalidade de 9,9%, ligeiramente superior à de 2017 (+0,6 pontos percentuais). Estes nascimentos representaram mais 75.819 pessoas ao serviço e 2.356 milhões de euros de volume de negócios (-1,2% e +3,3% face ao ano anterior, respectivamente).

As sociedades não financeiras continuaram a registar evoluções favoráveis, apesar da desaceleração observada, destacando-se o VVN, o VAB e o EBE, que cresceram 6,9%, 6,4% e 3,1%, respectivamente (9,3%, 8,5% e 9,5%, pela mesma ordem, em 2017). As sociedades de grande dimensão destacaram-se no crescimento do VVN, com uma variação anual de +8,2% (+11,7% em 2017), e as PME (Micro, Pequenas e Médias Empresas) evidenciaram-se no VAB e EBE, com acréscimos de 7,0% e 5,1% face a 2017, respectivamente (+9,0% e +12,8% em 2017, pela mesma ordem).

 

61

(Tabela: INE)

 

A proporção de sociedades com capital próprio negativo situou-se em 26,0%, -0,1 p.p. que em 2017. No que respeita à natureza dos resultados obtidos, 40,0% das sociedades registaram resultados líquidos negativos, representando um aumento face a 2017 (39,4%).

Em 2018, existiam mais 4,6% de sociedades com perfil exportador que no ano anterior, totalizando 25 918 sociedades. Apesar deste tipo de sociedades representar uma pequena parte do número total de sociedades não financeiras (6,3%), concentraram 23,0% do pessoal ao serviço, 34,7% do volume de negócios e 32,6% do VAB (23,0%, 34,9% e 33,0%, respetivamente, em 2017).

 

 

62

(Gráfico: INE)

 

Nos últimos anos, a produtividade aparente do trabalho das sociedades não financeiras tem evoluído favoravelmente. As PME, quer a nível da remuneração média mensal, quer a nível da produtividade, observaram uma evolução claramente mais favorável face às grandes sociedades: +3,1% e +2,1%, face a +2,6% e -0,9%, em 2018, respectivamente.

 

 

63

(Gráfico: INE)

 

Documento PDF