Mês: Dezembro
Ano: 2021

O INE divulgou hoje as Contas Regionais finais de 2019 e provisórias de 2020 consistentes com as Contas Nacionais Anuais, publicadas em 23 de setembro de 2021.

Em 2020, o PIB em volume diminuiu em todas as regiões, mas mais intensamente no Algarve (-16,7%) e na Região Autónoma da Madeira (-14,3%). Na Área Metropolitana de Lisboa (-9,5%) e na Região Autónoma dos Açores (-9,2%) diminui mais que no país (-8,4%). O Alentejo (-8,3%), o Norte (-7,0%) e o Centro (-5,9%) tiveram os desempenhos menos negativos. Para a contração real do PIB no Algarve e na Região Autónoma da Madeira contribuiu significativamente o decréscimo do VAB do ramo do comércio, transportes e alojamento e restauração, atividade com relevância significativa na estrutura produtiva daquelas regiões e muito afetada pela diminuição da atividade turística associada às restrições impostas pela pandemia.

Em 2019 todas as regiões registaram aumentos reais do PIB, destacando-se a Área Metropolitana de Lisboa e o Algarve que, refletindo o dinamismo da atividade turística, cresceram 3,2%, acima do país (2,7%).

Ao nível das regiões NUTS III, neste ano, observou-se uma menor disparidade regional da produtividade face a 2018, com um diferencial de 53,2 p.p. entre a Área Metropolitana de Lisboa (121,6) e a região do Tâmega e Sousa (68,4).

64

65

(Tabelas: INE)

Documento PDF