Data: 29/01/2016
Ano: 2016
Os resultados do Inquérito ao Investimento de outubro de 2015 (que decorreu entre 1 de outubro de 2015 e 20 de janeiro de 2016) apontam para um aumento em termos nominais de 0,1% do investimento em 2015, o que representa uma revisão em baixa de 2,4 p.p. face ao resultado obtido no inquérito anterior (2,5% no inquérito realizado entre 1 de abril e 1 de julho de 2015).
 
De acordo com a primeira estimativa para 2016, o investimento empresarial deverá apresentar uma taxa de variação nominal de 3,1%, o que traduz um aumento de 5,3 p.p. relativamente à primeira estimativa para 2015 (-2,2%) obtida no inquérito de outubro de 2014.
 
O principal factor limitativo ao investimento mais referenciado pelas empresas continua a ser a deterioração das perspectivas de vendas (48,1% e 48,2% em 2015 e 2016, respectivamente), seguindo-se a incerteza sobre a rentabilidade dos investimentos (20,9% e 22,6%).

i021494.jpg

                                                                                   (Gráfico: INE)

 

Documento Original PDF