Data: 27/10/2011
Mês: Outubro
Ano: 2011

Em Setembro de 2011, o valor médio de avaliação bancária da habitação no total do país fixou-se em 1.104 euros/m2, o que corresponde a uma diminuição de 0,1% face ao mês anterior e a uma diminuição de 3,2% em termos homólogos. 

O valor médio da avaliação bancária dos Apartamentos foi de 1.150 euros/m2, registando uma diminuição de 0,4% em relação ao mês anterior e de 5,0% em relação ao período homólogo. O valor médio da avaliação bancária das Moradias fixou-se em 1.036 euros/m2, aumentando 0,4% face ao mês precedente e 0,9% em termos homólogos. 

Numa análise regional (NUTS II), a Região Autónoma dos Açores, o Alentejo e o Norte registam variações negativas face aos valores do mês precedente (-4,0%, -1,0 e -0,1%, respectivamente). No sentido oposto, a Região Autónoma da Madeira, o Algarve, o Centro e Lisboa apresentaram variações em cadeia de 2,5%, 0,4%, 0,2% e 0,1%, respectivamente. Em termos homólogos, a Região Autónoma da Madeira é a única a registar um aumento da avaliação bancária da habitação (4,0%), ao passo que Alentejo, Lisboa, Região Autónoma dos Açores e Algarve apresentam as maiores diminuições (-5,0%, -4,6%, -4,3% e -4,0%, respectivamente). A Área Metropolitana de Lisboa registou um aumento de 0,1% dos valores médios de avaliação bancária face ao mês anterior, enquanto a Área Metropolitana do Porto registou uma diminuição de 0,7% dos valores médios de avaliação bancária relativamente ao mês de Agosto.

i010390

 

Documento Original PDF