Data: 29/11/2017
Mês: Novembro
Ano: 2017

No 1.º semestre de 2017, o preço da eletricidade nas famílias registou uma variação homóloga de -2,8% em Portugal, de +0,5% na Zona Euro e de -0,5% na EU28.

Os maiores aumentos no preço da eletricidade entre os Estados-Membros, entre o 1º semestre de 2016 e o 1.º semestre de 2017, registaram-se no Chipre (+22,0%), Grécia (+12,8%), Bélgica (+10,0%), Polónia (+6,9%), Suécia (+5,5%) e Espanha (+5,1%). Em contraste, as maiores quedas ocorreram em Itália (-11,2%), Croácia (-10,2%), Lituânia (-9,3%), Luxemburgo (-4,9%), Áustria (-4,1%), Roménia (-4,0%) e Holanda (-3,6%).

Em PPC (paridade de poder de compra), Portugal tem o segundo preço mais elevado (28,2) entre os Estados-Membros, a seguir à Alemanha (28,7) e antes da Polónia (25,9), da Bélgica (25,6) e de Espanha (25,4). Os preços mais baixos são os da Finlândia (12,8), Luxemburgo (13,5) e Holanda (14,2).

i026698.jpg

                                                                       (Gráfico: Eurostat)

Para o mesmo período, o preço do gás nas famílias registou uma variação homóloga de -15,3% em Portugal, de -4,4% na Zona Euro e de -6,3% na EU28.

Relativamente ao preço do gás, entre os Estados-Membros registaram-se os maiores aumentos na Estónia (+21,1%), Dinamarca (+12,7%) e Suécia (+10,8%). As maiores quedas ocorreram na Croácia (-17,5%), Portugal (-15,3%), Lituânia (-11,6%), Letónia (-10,8%) e Bulgária (-10,3%).

Em PPC, Portugal tem o preço mais alto do gás (9,7), seguido da Suécia (9,5) e da República Checa (8,4). Os mais baixos registam-se no Luxemburgo (3,5), Reino Unido (4,3) e Bélgica (4,7).

i026699.jpg

 

                                                                                                                                   (Gráfico: Eurostat)

Documento Original PDF