Data: 03/06/2016
Mês: Junho
Ano: 2016
O Fundo Monetário Internacional (FMI) emitiu hoje comunicado com as suas conclusões da quarta visita pós-programa financeiro a Portugal.
 
Segundo as previsões publicadas pela instituição, o crescimento real do Produto Interno Bruto (PIB) deverá situar-se em 1,0% em 2016 e 1,1% em 2017 (1,4% e 1,3%, respectivamente, face às previsões da terceira visita pós-programa).
 
Para o mercado de trabalho, o FMI prevê que Portugal registe uma taxa de desemprego de 11,8% em 2016 e 11,3% em 2017 (revisão em alta de 0,2 p.p. nos dois anos face às anteriores previsões).
 
Relativamente ao défice orçamental, o FMI estima que este registe 3,0% nos anos de 2016 e 2017 (o que compara com as anteriores previsões de 2,9% para os dois anos).
 
Quanto à dívida pública, o FMI estima que esta registe 128,3% do PIB em 2016 e 128,0% do PIB em 2017, representando revisões em alta das anteriores previsões (127,9% para 2016 e 127,3% para 2017).
 

i022626.jpg

 (Tabela: FMI)

Documento Original PDF