Data: 06/04/2017
Mês: Abril
Ano: 2017
O World Economic Forum (WEF) publica e divulga a cada biénio o Travel Tourism Competitiveness Report 2017 (TTCR 2017). A sétima edição do TTCR (que abrange 136 economias e se reporta a dados de 2015), divulgada hoje, reflete a crescente preocupação em garantir o crescimento sustentado da indústria, num ambiente seguro, preservando o meio ambiente e as comunidades locais. O TTCR 2017 foca-se no índice de competitividade que elenca o conjunto de fatores e políticas que possibilitam o desenvolvimento sustentável do setor de viagens e turismo.
 
O ranking coloca Portugal na 14ª posição, um lugar acima da edição anterior (2015) e seis relativamente ao relatório de 2013, em melhor posição que países como a Holanda (17ª), Noruega (18ª), Suécia (20ª) ou Grécia (24ª). Os três primeiros lugares do ranking são ocupados por países europeus, Espanha, França e Alemanha, respetivamente, que mantêm as suas posições relativamente à edição anterior.

i024842

Este ranking pretende medir os fatores e as políticas que tornam atrativo o desenvolvimento do sector das viagens e turismo nos diferentes países que o compõem, e é desenvolvido com base em 4 sub-índices, 14 pilares e 90 indicadores.

Nos quatro sub-índices Portugal destaca-se em:

- “Capacidade Ambiental”: “Proteção e Segurança” (11ª posição) e “Saúde e Higiene” (27ª posição); - “Políticas e Condições Favoráveis às Viagens e ao Turismo”: “Prioridade às Viagens e ao Turismo” (14ª posição) e “Abertura Internacional” (22ª posição);

- “Infraestruturas”: “Infraestruturas de Serviços Turísticos” (4ª posição); - “Recursos Naturais e Culturais”: “Recursos Culturais e Viagens de Negócios” (18ª posição).

Em comparação com países que ocupam os primeiros lugares do ranking, Portugal apresenta melhores resultados:

- Na competitividade dos preços (73ª posição, melhor que Espanha (98ª posição), França (118ª posição) ou Alemanha (115ª posição)); e

- Na proteção e segurança (11ª posição, melhor que Espanha (18ª posição), França (67ª posição) ou a Alemanha (51ª posição). Comparando com a edição anterior, a evolução foi de uma forma geral positiva, com melhorias no Ambiente de Negócios (+2 posições), Saúde e Higiene (+8 posições), Políticas Favoráveis às Viagens e ao Turismo (+4 posições), Competitividades dos Preços (+31 posições) e Infraestruturas de Transportes Aéreos (+3 posições) e Serviços Turísticos (+6 posições). Inversamente, destaca-se o Mercado de Trabalho e Recursos Humanos (-9 posições) e na Sustentabilidades Ambiental (-11 posições).

 

Documento Original PDF